Ceratocone

O que é Ceratocone?

É uma deformidade da córnea, a lente transparente da frente do olho. No ceratocone, a córnea fica fina e abaulada (em forma de cone), causando um grau elevado de miopia e astigmatismo. O ceratocone tem influência genética e pode aparecer durante a infância, comprometendo os dois olhos. O ceratocone tende a se estabilizar após a adolescência.

Quais os sintomas do Ceratocone?

A visão embaçada para longe e para perto é o principal sintoma, devido à miopia e ao astigmatismo que acompanham a doença. Aumento da sensibilidade à luz (fotofobia) e lacrimejamento exagerado também podem estar presentes. Um fator de risco importante é a alergia ocular, em que o ato de coçar constantemente os olhos pode induzir à deformidade da córnea.

Como diagnosticar o Ceratocone?

Além do exame clínico oftalmológico, alguns exames complementares são essenciais para o diagnóstico do ceratocone:

  • Ceratoscopia Computadorizada: também conhecida como Topografia de Córnea, é um exame que permite avaliar a presença e o padrão das deformidades corneanas;
  • Paquimetria Ultrassônica: exame que detecta áreas mais finas na córnea, característica essencial no ceratocone;
  • Pentacam ou Orbscan: são novas tecnologias que avaliam simultaneamente a topografia da superfície anterior e posterior da córnea e a sua espessura, auxiliando no diagnóstico de casos duvidosos.

O aparelho Pentacam, disponível no HRO, é capaz de diagnosticar com precisão os casos de ceratocone.

Qual o tratamento do Ceratocone?

  • Óculos: reservado para os casos de baixa gravidade;
  • Lentes de Contato: são indicadas para casos de moderada gravidade, feitas geralmente de material rígido ou híbrido para regularizar a superfície da córnea e permitir uma visão nítida;
  • Anel Corneano Intraestromal: é o implante de um anel dentro da córnea com o objetivo de diminuir a deformidade corneana e assim, as distorções visuais;
  • Cross-linking: é um moderno tratamento indicado para estabilizar a progressão do ceratocone por enrijecer as fibras de colágeno da córnea. Pode ser utilizado isoladamente ou como coadjuvante do tratamento com anel corneano intraestromal;
  • Transplante de Córnea: cirurgia realizada para os casos avançados de ceratocone, em que a córnea deformada é substituída pela córnea de um doador. Os pacientes transplantados podem ter a necessidade de uso de óculos, lentes de contato, anel intraestromal ou cirurgia refrativa no pós-operatório para melhora adicional da visão.